Casas RIPA

Ficha técnica


  • Localização: Curitiba – PR, Brasil
  • Área: 
  • Ano do Projeto: 2019
  • Nível do projeto: Estudo Preliminar 
  • Equipe de Projeto:
    Gabriela Baggio
    Guilherme Feijó
    Rachel Miller
    Rafael Hansen

    Renata Leite
  • Orientação:

Professor Cervantes Ayres Filho

Memorial


Localizadas em um singular lote urbano em Curitiba, no bairro Pilarzinho, as Casas RIPA buscam o melhor aproveitamento para um programa de 4 sobrados.

A particularidade do terreno se deve a um grande desnível no seu centro. Tomando-o como solução, e não obstáculo, os estudantes da Modular Júnior fizeram deste projeto único.

Visando fazer o menor número de movimentações de terra, criou-se uma tipologia que harmoniza com os níveis preexistentes no lote. O resultado foram 4 sobrados aconchegantes e espaçosos com três pavimentos cada: o pavimento térreo, ao nível da rua, com as áreas sociais e garagem coberta que comporta até dois carros, o pavimento superior, com as áreas privativas e o subsolo, o qual traz as áreas de serviço e de lazer.

Além disso, a forma irregular do terreno se reverteu na criação de duas tipologias principais. A primeira delas possui dois quartos e uma suíte com closet e caracteriza os sobrados 1, 2 e 3. Já a segunda, materializada no sobrado 4, dispõe de uma maior área, trazendo um quarto e três suítes, sendo uma delas com closet.

Conceitualmente, três pilares nortearam a concepção do projeto. São eles a luz, o verde e a verticalidade. Ambicionando a exploração máxima da luz natural, em um cenário de ambientação e salubridade, fez-se grandes aberturas nas fachadas frontais e posteriores. Além disso, optou-se por uma grande abertura zenital acima da escada de cada habitação, transformando-a em um poço de claridade.

A integração com a natureza se deu a partir da criação de um jardim com uma árvore de médio porte e uma parede verde em cada residência. Propõe-se aquele ambiente como um refúgio da vida urbana. Esse motivo justifica sua alocação nos fundos do terreno.

Contrastando com o sinuoso relevo da região, a linearidade das ripas de madeira nas fachadas do conjunto traz a verticalidade e dá o nome às Casas RIPA. A repetição desses elementos e sua utilização nas venezianas frontais confere ritmo e unidade ao projeto.

Como componente fundamental, as ripas fazem o conjunto se destacar dentre os tipos arquitetônicos do seu entorno.