Blog

Como escolher a paleta de cores para decoração

Por Alan de Mello e Emi Honda

26 de agosto de 2021


Índice

1. Introdução

(Reprodução/ © rawpixel)

Você já percebeu como as cores influenciam nossa vida? Elas são capazes de afetar nosso humor e nossa percepção nas escalas mais variadas. Quantas vezes você já não achou um lugar aconchegante ou repulsivo, teve vontade de consumir ou não um produto, ou sentiu credibilidade (ou sua falta) em um produto sem saber o motivo exato? muito provavelmente isso ocorreu devido ao uso das cores.

O estudo das cores é muito antigo, sendo inicialmente abordado por aristóteles. Seu estudo foi capaz de gerar diversas diretrizes e o conjunto dessas diretrizes é denominado de teoria das cores. Essa teoria mostra como determinadas cores podem induzir diferentes sensações em nosso cérebro. A teoria das cores é amplamente utilizada na moda, maquiagem, publicidade e design, e em nossa casa não é diferente. A escolha da paleta de cores pode fazer a diferença entre um lugar hostil e um lugar aconchegante

Para saber qual cor escolher para cada ambiente, nós da Modular Jr. fizemos um guia com algumas dicas para que você acerte em cheio ao escolher a paleta de cores para decoração de sua casa.

Mas antes de nos aprofundarmos na questão do círculo cromático e na escolha da paleta de cores vamos analisar cada cor separadamente, para que possamos entender melhor como cada uma delas influencia nossa percepção do espaço.

2. Influência das cores na nossa percepção do espaço

Amarelo

O amarelo é uma cor alegre, muito boa de se trabalhar na decoração. Entre as qualidades do amarelo podemos citar: cor energética, vistosa e contagiante, capaz de estimular a criatividade e beneficiar a concentração, além de proporcionar otimismo e positividade. Porém é preciso usar com cautela pois seu excesso pode deixar o ambiente carregado e gerar sensação de ansiedade.

(Foto de Max Vakhtbovych no Pexels)

Azul

O azul é uma cor tradicional de decoração, principalmente se associada ao branco. Transmite familiaridade e confiança ao mesmo tempo em que passa a sensação de lugar amigável. Entre as qualidades do azul podemos citar: sensação de paz, calmaria, confiança e segurança; Agrega frescor e leveza ao ambiente; Estimula a produtividade e criatividade

Porém, assim como o amarelo, é necessário ter cuidado ao usar o azul, pois seu uso em excesso pode deixar o lugar com um aspecto triste.

(Reprodução/ © rawpixel)

Vermelho

É a cor mais quente do espectro visível, muito energética e vibrante. Em pequenas doses, traz aos ambientes um ar de glamour e excentricidade. Também sugere força, dinamismo e agitação. Mas cuidado, se usada em excesso pode provocar euforia e nervosismo.

(Foto de Max Vakhtbovych no Pexels)

Laranja


Em geral é muito usado em cozinhas, pois abre e estimula o apetite. É uma cor acolhedora e quente, favorece o otimismo, proporciona muito entusiasmo, energia e melhora a comunicação. Por outro lado, essa cor também está relacionada ao nervosismo e ansiedade, por isso é necessário cuidado em seu uso. Uma dica simples para não errar é usá-lo apenas em pontos de destaque.

(Foto de Max Vakhtbovych no Pexels)

Verde


Símbolo da sorte e da esperança, o verde é também associado à natureza. É uma cor derivada do azul e do amarelo e sugere harmonia, equilíbrio, frescor e calma, além de aliviar o estresse. O verde é uma das cores mais indicadas para o quarto visto que é bastante relaxante. Outro ponto positivo é que o verde se adapta facilmente a outras cores.

(Foto de Klaudia Piaskowska no Unsplash)

Roxo


Antigamente o roxo era uma cor difícil de ser produzida e por isso era muito cara. Por esse motivo tornou-se símbolo de realeza e esse símbolo permanece até hoje. Também é associado ao luxo e à extravagância. Em tons mais escuros sugere mistério e intuição, já em tons mais suaves têm o poder de acalmar e confortar.

(Foto de Max Vakhtbovych no Pexels)

3. Círculo Cromático: como escolher a paleta de cores ideal

Uma vez que vimos as propriedades de cada uma das principais cores, podemos falar sobre o círculo cromático e como escolher a paleta ideal. O nome Círculo cromático pode parecer complexo, mas é muito mais simples do que parece. Para assimilar melhor o que é o círculo cromático basta lembrar da aula de artes do jardim de infância, na qual misturamos diferentes cores para obter cores novas. O círculo cromático nada mais é do que o agrupamento dessas cores e é através dele que podemos estabelecer relações de harmonia e contraste entre as cores.

(Imagem de Modular Jr.)

As cores análogas, complementares e tríades são uma ótima base para se usar na escolha da paleta de cores. É uma forma simples e garantida de se obter um ambiente bonito e aconchegante. Usando esses padrões podemos criar decorações monocromáticas, análogas, complementares e tríades.

4. Decoração Monocromática

Esse tipo de decoração é conhecido como tom sobre tom. Consiste na escolha de apenas uma cor principal e no uso de suas variantes. Para aumentar a variedade, vale também brincar com luminosidade e utilizar diferentes saturações de uma mesma cor. 

Esse tipo de decoração passa sobriedade mas se não for bem utilizada pode tornar o ambiente monótono, uma dica é mesclar a cor escolhida com tons neutros como branco, preto ou cinza.

(Reprodução/ © rawpixel)
(Reprodução/ © rawpixel)

5. Decoração Análoga

Nessa decoração escolhemos uma cor principal e além dela usamos as duas cores imediatamente vizinhas a ela. Mesmo com pouca variedade de cores o ambiente ainda pode ficar muito carregado caso não haja um equilíbrio, uma dica para que isso não aconteça é apostar na cor mais clara como dominante e usar as demais em menor escala, apenas em alguns detalhes que se deseje evidenciar.

(Reprodução/ © rawpixel)

6. Decoração com Cores Complementares

Essa é uma das decorações mais ousadas, ideal para quem gosta de contraste. Para realizá-la basta escolher duas cores que se encontrem em posições opostas no círculo cromático, depois disso basta escolher qual será a cor principal, que será usada em larga escala, e qual será a secundária, que será usada nos detalhes que se queira evidenciar. Lembre-se que o importante dessa combinação é o alto contraste.

(Fotos de banco de imagens por Vecteezy)

7. Decoração Tríade

A decoração tríade é perfeita para quem gosta de muita variedade e muita cor. Para realizá-la basta escolher 3 cores que se localizem de forma equidistante, formando um triângulo equilátero dentro do círculo cromático. Para aumentar as chances de sucesso vale usar a regra 60:30:10. Nela escolhe-se uma cor principal, uma secundária e uma terciária e elas são usadas na razão descrita anteriormente, ou seja, 60% na cor principal, 30% na secundária e 10% na terciária. Vale ainda mesclar a composição com tons neutros como preto, branco e cinza para reduzir a saturação caso seja necessário.

(Foto de Max Vakhtbovych no Pexels)

Os padrões de combinação citados também são muito utilizados em filmes, logomarcas, catálogos de moda… Agora que você já sabe dessas dicas, tente identificar e utilizar o círculo cromático no seu dia a dia, seja ao escolher uma roupa e acessórios, analisar uma propaganda ou, claro, escolher a paleta de cores para decoração de sua casa.

Precisa de ajuda? Entre em contato conosco e implementamos todo o conhecimento passado aqui ligados à inovação sempre presente em nossos projetos!

Palavras chave:  Paleta de cores, decoração